Trabalhadores que construíam uma estrada em Ferrybridge, no norte da Inglaterra, encontraram, na semana passada, uma carruagem datada da Idade do Ferro, perfeitamente conservada. Após estar soterrada por cerca de 2.500 anos, as rodas e os "pneus" de ferro do veículo permanecem intactos.

Dentro do carro, foram descobertos os restos de um homem, com aproximadamente 30 anos, que os arqueólogos acreditam ser um chefe tribal.


Segundo a Oxford Archaeology, órgão independente que acompanha a descoberta, essa pesquisa permitirá importantes estudos sobre os ritos funerários da época.

No período de 500 a.C. a 400 a.C., o enterro em carruagens, reservado apenas aos líderes das tribos, era praticado pelos arras, que chegaram à Inglaterra oriundos da França.


O carro fúnebre estava situado dentro de uma grande círculo, no centro de uma vala quadrada, que originalmente deveria estar coberta por um pequeno morro de terra.

Segundo os arqueólogos, o uso de valas quadradas era mais popular na Europa continental.


 

 

INDIQUE ESTE SITE !

 

 

Voltar

 

mensageirosdoceu.net - 2004 - 2016 - Todos os Direitos Reservados.