No dia 23 de julho de 1947, José C. Higgens e alguns ajudantes realizava trabalhos de agrimensura em um campo na Colônia Goio-Bang, Pitanga (PR), quando ouviram um estranho som, agudo.

Nesse momento observaram um objeto discoidal com aproximadamente 30 metros de diâmetro de coloração cinzenta-esbranquiçada, que pousava nas proximidades.

O objeto se apoiou em pés metálicos recurvados. Os ajudantes da testemunha fugiram do local apavorados.

José Higgens, curioso, permaneceu por lá e mesmo com medo aproximou-se do objeto para examiná-lo melhor.

Ele notou que no OVNI havia uma espécie de janela, onde se viam dois vultos de forma humana.

Pouco depois, abriu-se uma porta de onde saíram três pessoas de 2,10 de altura.

Os seres vestiam macacões transparentes que cobriam todo o corpo, incluindo a cabeça.

O uniforme que eles usavam estava inchado de ar. Nas costas havia uma mochila de metal.

Podia-se ver que por baixo do uniforme haviam camisetas calções e sandálias, que pareciam feitas de papel brilhante.

Os seres tinham aparência estranha. Possuíam olhos redondos e grandes, sobrancelhas redondas, com cílios aparentemente comuns.

Eram calvos, sem barba, com cabeças grandes e redondas. Mãos e pernas compridas. No objeto haviam um terceiro ser.

Eles eram muito semelhantes entre si, parecendo gêmeos.

Se comunicavam entre si em uma língua sonora e bonita, totalmente desconhecida. Os alienígenas se movimentavam com agilidade e leveza.

Um deles portava um pequeno tubo de metal, que apontou para a testemunha, indicando que ela entrasse no aparelho.

Um dos seres começou a desenhar no chão para indicar à Higgens onde seria levado. O desenho consistia em sete círculos concêntricos.

O alienígena apontou para o ponto central do desenho dizendo: Álamo. Depois apontou para o sétimo círculo dizendo: Orque.

Comparando o desenho ao Sistema Solar, teríamos o ponto central como o Sol e o sétimo círculo como a órbita do planeta Urano.

A testemunha retirou uma foto da sua esposa, que estava em sua carteira, dizendo através de gestos que queria buscá-la.

Os alienígenas concordaram. A testemunha se escondeu em uma moita, de onde passou a observar os estranhos seres.

Higgens notou que os seres davam saltos gigantescos e atiravam grandes pedras a enormes distâncias.

Algum tempo depois, todos entraram no aparelho que decolou, seguindo para o norte.

Fonte de Pesquisa : GEPUC On-Line - Ufologia com Seriedade na Internet

 

 

  INDIQUE ESTE SITE !

 

 

VOLTAR

mensageirosdoceu.net - 2004 - 2016 - Todos os Direitos Reservados.