No dia 16 de janeiro de 1958, o navio da Marinha Brasileira Almirante Saldanha, estava na Ilha de Trindade.

A bordo do navio, além da tripulação, havia uma equipe de caça submarina.

Um dos integrantes da equipe era o fotógrafo Almiro Baraúna.

Por volta do meio dia, a tripulação do navio observou um objeto discoidal, de aparência metálica, que se aproximava pelo oceano.

Baraúna foi instruído por um tripulante a fotografar o objeto.

O fotógrafo, utilizando-se de uma câmera Rollerflex, conseguiu seis fotos. Em duas delas, o objeto não aparece.

Ao todo, 47 membros da tripulação observaram o objeto. As fotos foram reveladas a bordo do navio.

Quando este retornou ao porto, as fotos foram entregues ao Ministério da Marinha.

As análises indicaram que as fotos eram autênticas.

sendo que o objeto fotografado tinha mais de 15 metros de diâmetro, e voava a aproximadamente 900 km/h.

 

Fonte de Pesquisa : GEPUC On-Line - Ufologia com Seriedade na Internet

 

 

  INDIQUE ESTE SITE !

 

 

VOLTAR

mensageirosdoceu.net - 2004 - 2016 - Todos os Direitos Reservados.