No dia 03 de Abril de 1976, Luiz Barroso Fernandes voltava para sua casa na zona rural do município de Quixadá, no Ceará.

Luiz Barroso ouviu um zumbido e pouco depois observou um objeto metálico que se aproximava. Este objeto girava em seu próprio eixo.

Deste objeto surgiram dois seres baixos que saíram através de uma porta que se abriu.

Um dos seres apontou um objeto semelhante a uma lanterna, de onde saiu um facho que acertou a face de Luiz Barroso que sentiu-se paralisado.

No local onde foi atingido, Barroso sentiu muito calor. Barroso observou que os seres se aproximavam e então perdeu os sentidos.

Mais tarde, quando acordou, notou que estava em outro local mas não havia sinais do objeto ou de seus tripulantes.

Com o passar do tempo, Luiz Barroso começou a ter problemas de memória. Mais tarde, sua idade mental foi regredindo à infância.

Com o passar do tempo, até sua pele foi rejuvenescendo.

Luiz Barroso faleceu em 1° de abril de 1993. Na ocasião, sua idade mental era igual ao de uma criança de 9 meses e sua pele era lisa e sem rugas, igual ao de um bebê.

Todo o caso foi acompanhado pelo Centro de Pesquisas Ufológicas do Ceará e pelo médico Antônio Moreira Magalhães.

Luiz Barros apresentava um medo excessivo de luzes fortes e de flashes de máquinas fotográficas.

Quando alguém o fotografava, utilizando flashes, ele, demonstrando muito medo, afirmava: "Mamãe... dá medo".

Até o momento, não se sabe como e por quê ocorreu a regressão física e mental em Luiz Barroso Fernandes.

O caso é único na Ufologia Brasileira e Mundial.

Fonte de Pesquisa : GEPUC On-Line - Ufologia com Seriedade na Internet

 

 

  INDIQUE ESTE SITE !

 

 

VOLTAR

mensageirosdoceu.net - 2004 - 2016 - Todos os Direitos Reservados.