POR ALGUÉM QUE ESTEJA EM AFLIÇÃO

Meu Deus, cuja bondade é infinita, dignai-vos abrandar a amargura da posição de ..........., se isso for da vossa vontade. Bons Espíritos, em nome de Deus Todo-Poderoso, eu vos suplico assisti-lo em suas aflições. Se, no seu interesse, elas não podem lhe ser poupadas, fazei-o compreender que são necessárias ao seu adiantamento. dai-lhe a confiança em Deus e no futuro, que as tornará menos amargas. Dai-lhe também a força de não sucumbir ao desespero, que lhe faria perder seu fruto, e tornaria sua posição futura ainda mais penosa. Conduzi meu pensamento até ele, e que ajude a sustentar sua coragem.

AÇÃO DE GRAÇAS POR UM BENEFÍCIO CONCEDIDO A OUTREM

Meu Deus, sede bendito pela felicidade que chegou para .............. Bons Espíritos, fazei com que ele veja nela um efeito da bondade de Deus. Se o bem que lhe chega é uma prova, inspirai-lhe o pensamento de fazer dele bom uso, e de não se envaidecer, a fim de que esse bem não resulte em seu prejuízo para o futuro. Vós, meu bom gênio, que me protegeis e desejais a minha felicidade, afastai do meu pensamento todo sentimento de inveja e de ciúme.

POR NOSSOS INIMIGOS E PELOS QUE NOS QUEREM MAL

Meu Deus, perdôo a .......... o mal que me fez e o que quis me fazer, como desejo que me perdoeis, e que ele também me perdoe, as injustiças que eu possa ter cometido. Se o haveis colocado no meu caminho como uma prova, que seja feita a vossa vontade. Desviai de mim, meu Deus, a idéia de maldizê-lo, e todo desejo malévolo contra ele. Fazei com que eu não experimente nenhuma alegria com as infelicidades que poderiam lhe chegar, nem nenhuma inquietação com os bens que poderiam lhe ser concedidos, a fim de não enlamear minha alma com pensamentos indignos de um cristão. Possa vossa bondade, Senhor, em se estendendo sobre ele, conduzi-lo aos melhores sentimentos para comigo.
Bons Espíritos, inspirai-me o esquecimento do mal e a lembrança do bem. Que nem o ódio, nem o rancor, nem o desejo de lhe retribuir o mal com o mal entrem em meu coração, porque o ódio e a vingança não pertencem senão aos maus Espíritos, encarnados e desencarnados. Que eu esteja pronto, ao contrário, em lhe estender mão fraterna, a lhe retribuir o mal com o bem, e vir em sua ajuda se isso estiver em seu poder. Desejo, para provar a sinceridade de minhas palavras, que me seja oferecida ocasião de lhe ser útil; mas sobretudo, meu Deus, preservai-me de fazê-lo por orgulho ou ostentação, em o oprimindo por uma generosidade humilhante, o que me faria perder o fruto da minha ação, porque então eu mereceria que estas palavras do Cristo me fossem aplicadas: Já haveis recebido vossa recompensa. (Cap. XIII, nº 1 e seguintes).

AÇÃO DE GRAÇAS PELO BEM CONCEDIDO AOS NOSSOS INIMIGOS

Meu Deus, em vossa justiça, entendestes dever alegrar o coração de ......... Eu vo-lo agradeço por ele, malgrado o mal que me fez ou que procura me fazer. Se dele se aproveitasse para me humilhar, eu o aceitaria como uma prova para a minha caridade. Bons Espíritos que me protegeis; não permitais que eu conceba nisso nenhum pesar; desviai de mim a inveja e o ciúme que rebaixam; inspira-me, ao contrário, a generosidade que eleva. A humilhação está no mal, e não no bem, e sabemos que, cedo ou tarde, justiça será feita a cada um segundo suas obras.

PELOS INIMIGOS DO ESPIRITISMO

Senhor, vós nos dissestes, pela boca de Jesus, vosso Messias: "Bem-aventurados aqueles que sofrem perseguição pela justiça; perdoai aos vossos inimigos; orai por aqueles que vos perseguem"; e ele mesmo nos mostrou o caminho, orando por seus algozes. A seu exemplo, meu deus, imploramos vossa misericórdia para aqueles que desconhecem vossos divinos preceitos, os últimos que podem assegurar a paz neste mundo e no outro. Como Cristo, nós vos dizemos: "Perdoai-lhes, meu Pai, porque eles não sabem o que fazem". Dai-nos a força de suportar, com paciência e resignação, como provas para a nossa fé e a nossa humildade, suas zombarias, suas injúrias, suas calúnias e suas perseguições; desviai-nos de todo pensamento de represálias, porque a hora de vossa justiça soará para todos, e nós a esperamos, submetendo-nos à vossa santa vontade.

POR UMA CRIANÇA QUE ACABA DE NASCER

(Para os pais) Espírito que está encarnado no corpo de nosso filho, seja benvindo entre nós. Deus Todo-Poderoso que o haveis enviado, sede bendito. É um depósito que nos está confiado e do qual deveremos prestar contas um dia. Se ele pertence à nova geração de bons espíritos que devem povoar a Terra, obrigado, meu Deus, por esse favor! Se é uma alma imperfeita, nosso dever é ajudá-la a progredir no caminho do bem, pelos nossos conselhos e pelos nossos bons exemplos; se cair no mal por nossa causa, por isso responderemos diante de vós, porque não teremos cumprido nossa missão para com ele. Senhor, sustentai-nos na nossa tarefa e dai-nos a força e a vontade de cumpri-la. Se esta criança deve ser um motivo de provas para nós, que seja feita a vossa vontade! Bons Espíritos que viestes presidir ao seu nascimento, e que deveis acompanhá-lo durante a vida, não o abandoneis. Afastai dele os maus Espíritos que tentarem induzi-lo ao mal; dai-lhe a força para resistir às suas sugestões, e a coragem de suportar, com paciência e resignação, as provas que o esperam na Terra (Cap. XIV, nº 9).

(Outra) Meu Deus, me haveis confiado a sorte de um de vossos Espíritos; fazei, Senhor, com que eu seja digno da tarefa que me foi imposta; concedei-me a vossa proteção; aclarai minha inteligência, a fim de que eu possa discernir cedo as tendências daquele que devo preparar para entrar na vossa paz.

(Outra) Deus de bondade, uma vez que te aprouve permitir ao Espírito desta criança vir de novo suportar as provas terrenas, destinadas a fazê-lo progredir, concede-lhe a luz, a fim de que aprenda a te conhecer, a te amar e a te adorar. Faze, pela tua onipotência, que esta alma se regenere no manancial das tuas divinas instruções; que, sob a égide de seu anjo guardião, sua inteligência cresça, se desenvolva e o faça aspirar a se aproximar, cada vez mais, de ti; que a ciência do Espiritismo seja a brilhante luz que o clareie através dos escolhos da vida; que ele saiba, enfim, apreciar toda a extensão de teu amor que nos experimenta para nos purificar. Senhor, lança um olhar paternal sobre a família à qual confiaste esta alma; possa ela compreender a importância da sua missão, e fazer germinar nesta criança as boas sementes, até o dia em que poderá, por suas próprias aspirações, elevar-se sozinha para ti. Digna, meu Deus, atender esta humilde prece em nome e pelos méritos d´Aquele que disse: "Deixai vir a mim as criancinhas, porque o reino dos céus é para aquele que se lhes assemelham".

POR UM AGONIZANTE

Deus poderoso e misericordioso, eis uma alma que deixa seu envoltório terrestre para retornar ao mundo dos Espíritos, sua verdadeira pátria; possa nele entrar em paz, e vossa misericórdia se estender sobre ela. Bons Espíritos que e haveis acompanhado na Terra, não a abandoneis nesse momento supremo; dai-lhe a força de suportar os últimos sofrimentos que deve experimentar neste mundo para o seu adiantamento futuro; inspirai-a para que ela consagre ao arrependimento das suas faltas os últimos clarões de inteligência que lhe restam, ou que possam momentaneamente lhe retornar. Dirigi meu pensamento, a fim de que sua ação torne menos penoso o trabalho da separação, e que ela leve consigo, no momento de deixar a Terra, as consolações da esperança.

 

 

INDIQUE ESTE SITE !

 

 

Voltar

 

mensageirosdoceu.net - 2004 - 2016 - Todos os Direitos Reservados.