Jesus sofreu, eu também sofri. Estava consternado com meu sofrimento.

O câncer corroia-me não só meu corpo físico, mas também minha alma. Eu ainda me considerava tão jovem para morrer...


E como sofri, cada sessão de quimioterapia e radioterapia eu ia ciente que melhoria, mas qual o que? Eu só piorava.

Tinha dias que eu sentia uma pequena melhora, mas depois tudo voltava ao início.


Meus familiares cercaram-me de carinho e dedicação. Foi uma dádiva. Até aqueles que eu achava que não me tinham muita consideração, se cercaram de mim.

Faziam-me vistas tanto em casa como no hospital.


Devo nesse momento fazer um agradecimento a meus médicos e aos enfermeiros que cuidavam de mim com tanta dedicação.


À proporção que meu corpo se tornava debilitado, minha alma se rebustecia. Nos meus sonhos eu estava sadio.

Sentia-me jovem e forte como nos velhos tempos. Mas ao acordar eu sentia as dores e a aflição.


Meu corpo já não correspondia aos meus desejos simples de ao menos me assentar na cama. Tinha que ser ajudado. Já não podia fazer quase nada.


Um dia vi aproximar-se de mim muitos irmãos que eu pensei serem evangélicos. Muitos felizes, falantes.

O mais idoso, que achei ser o pastor se aproximou de mim e disse: "Chegou a hora, vamos liberta-te e levar-te para um lugar onde vais ser curado de teus sofrimentos.

Ajuda-nos com seus bons pensamentos, pois irá torna-te mais leve. Vamos meu irmão."


Eu quero despedir dos meus, da minha filha, de meus netos, dá-me essa oportunidade, respondi.


E eles disseram: "Sim despeça."


E em espírito beijei a cada um deles. Eles não estavam presentes e eu não sei como percorri a distância que nos separava.

Beijei-os, agradeci-os. E me fui, levado por aqueles irmãos que de uma forma desconhecida me auxiliavam apenas com as mãos.


Só sei que fui "transportado" a uma distância incalculável. Fui ficar em lugar de muita paz.

Um hospital que tinha jardins que exalavam perfumes de flores que eu desconhecia também.


Hoje após esse tempo, sinto-me recuperado. Já posso, de meu lado, auxiliar aos que como eu padecem de câncer.


Eu hoje agradeço a Deus a oportunidade de estar aqui nesta reunião, participando ativamente e deixando o meu testemunho de que a "morte não existe".

A felicidade é conquista nossa.


Obrigado irmãos, muito obrigado.

Anselmo.

Psicografia recebida em 2018.

Médium: Catarina.




Voltar

 

mensageirosdoceu.net - 2004 - 2009 - mensageirosdoceu.net - 2004 - 2018 - Todos os Direitos Reservados. odTodos os Direitos Reservados.