Chovia muito e anoitecia. Queria chegar em casa de qualquer maneira antes do anoitecer.


Mas não conseguira. Um carro cruzou meu caminho e os faróis feriam meus olhos.

O veiculo em que eu estava titubeava, escorregava na lama da estrada.

Essa estrada de chão é muito boa enquanto não chove, mas se chove é um verdadeiro escorregador.


Eu pisei mais forte e acelerei. O carro deu uma quinada e rodou, eu perdi completamente o controle.

Eu estava só e meu corpo preso ao cinto de segurança ia para lá e para cá. Eu não enxerguei nada ao redor, só escuridão.

Os pneus de meu carro pareciam não tocar no chão. Fui assim desgovernado, quando ouvi um estrondo, um estrondo em meus ouvidos, em minha cabeça.

E eu não sei como aconteceu eu desmaiara.


Fiquei por muito tempo assim sem sentidos. Até que ouvi vozes que se aproximavam (eu recuperara os sentidos, pensei.). Veio o socorro.

Imobilizaram-me e puseram-me numa maca, todo amarrado. Levaram-me para a UTI de um hospital local.

Fiquei algum tempo lá, não posso precisar quanto. Mas enquanto lá estive fui cercado de toda assistência, só que agora sei que não resisti. Morri.


Vim para uma colônia espiritual que fica sobre a minha cidade. Ainda continuo lá em recuperação.


Sou cercado de todas as atenções de meus antepassados.

Vivo ainda como uma pessoa que se adapta. Ainda não me adaptei.


Avise aos meus que estou bem, sinto muita falta de meus parentes e amigos.


Breve darei mais noticias porque hoje é só o que posso falar.


Estou bem e em paz.

Ramiro Duque.

Psicografia recebida em 2018.


Médium: Catarina.




Voltar

 

mensageirosdoceu.net - 2004 - 2009 - mensageirosdoceu.net - 2004 - 2018 - Todos os Direitos Reservados. odTodos os Direitos Reservados.