Coração batia forte, eu estava vivo.


Fiquei feliz com isso. Depois o descompasso e de repente a parada.


Será que não dá para resolver a situação? Vi os médicos tentando fazê-lo bater, mas ele não bateu.

Antes começou a dar pancadas que pareciam arrebentar meu peito. E eu observava tudo.

Do alto do meu quarto de hospital eu via a movimentação e quando cobriram o rosto do meu cadáver eu entendi. "Estava morto", mas como "morto"? Eu ainda via tudo, sentia tudo.


Estava admirado, quando um senhor muito bem apessoado chegou perto de mim e me chamou: "Vamos". Vamos para onde? Perguntei-lhe. "Para sua casa, para os seus."


Só que não fui para minha casa, fui para um lugar desconhecido onde haviam outras pessoas, a me esperarem alegres.


Quem são vocês? Perguntei. Responderam-me: "Sua família espiritual, você já passou pelos portões da eternidade e vai ficar junto a nós".


Eu aceitei, pensei nos meus, na minha operação. Aí comecei a sentir dor, tristeza, incerteza,... Muito ruim.

Eu havia morrido, mas estava vivo e queria os meus filhos ao meu lado. Minha esposa já havia morrido. Eu senti sua falta ali comigo.


Como fazer nessa situação? Eu não tive o hábito de rezar, de ir à igreja.

Eu era um homem integro, cumpridor de meus deveres, mas nunca fui religioso.


Me disseram que eu devia repousar, que todas minhas dúvidas seriam sanadas, desde que eu me acalmasse.

Meu irmão, que não conheci porque nasceu e morreu antes de mim, me disse que minha esposa estava em outro lugar, melhor do que

aquele em que eu estava, mas se preparava para vir me visitar.


Quero com essa carta dizer a meus irmãos: Continuem estudando como estudam, sobre as Leis de Deus, sobre a vida, sobre a sobrevida.

Estou ciente e consciente de que a vida não se acaba, antes se prolonga.


Espero em futuro próximo me preparar para dar notícias a meus familiares, quando eles assim quiserem.


Agradeço a oportunidade que me foi dada.

Um espírito presente à reunião.


Psicografia recebida em 2018.


Médium: Catarina.




Voltar

 

mensageirosdoceu.net - 2004 - 2009 - mensageirosdoceu.net - 2004 - 2018 - Todos os Direitos Reservados. odTodos os Direitos Reservados.