Eu sempre quis ser um homem importante com dinheiro e com muito sucesso profissional e que pudesse gastar muito dinheiro.

Trabalhei tanto que criei um patrimônio gigantesco.

Constitui uma família, uma esposa amável e completamente humilde, não ligava para badalações, nunca foi de esbanjar dinheiro, sempre evitava aparecer em jornais e revistas, ela gostava mesmo era do anonimato. Veio os filhos e a eles se assemelhavam tanto no caráter como no modo de viver a vida com simplicidade.


Eu não, eu queria mais, gostava de provocar ciúmes, inveja nas pessoas com os meus carros, roupas e principalmente com o meu poder que era o dinheiro, o poder de comprar.

Eu era totalmente enlouquecido com dinheiro, para mim o dinheiro era tudo, não importava os dias, noites e finais de semana no trabalho eu queria mais, agora sempre muito correto, sempre paguei meus impostos, fui um empresário de sucesso com o meu

trabalho, tinha orgulho em falar para todos em palestras e conferências, batia no peito com a minha honestidade.


Mas eu como homem, pai, companheiro falhei com minha família, não cuidei dos meus bens mais preciosos, que hoje tenho a sabedoria e o discernimento para dizer que fui a falência.


Quando fui capaz de ouvir o grito de meu filho primogênito que eu ia perder o anjo que Deus tinha colocado em minha vida e eu tinha consciência do amor que estava perdendo.

"Pai, pai ajuda minha mãe, por favor! Minha mãe está morrendo de solidão, de desamor, salve minha mãe pai, ela precisa do seu amor e não do seu dinheiro, acorda para nós, sua

família, seu sangue, chega de poder, dinheiro, vamos viver como seres normais, vamos fazer coisas simples como um jantar na varanda de casa, vamos jogar uma bola no campo

de nossa casa, vamos para piscina e tomar um suco ou vamos passear em volta do lago.

Veja quanto conforto tem em nossa casa, agora para quê? Se minha mãe é esquecida dentro de um quarto em completa solidão, onde a depressão está consumindo-a e deixando

minha mãe em completa tristeza. Pai pare e pense um pouco em nossa família, eu lhe peço seja um homem de família e um homem simples onde é capaz de enxergar as

belezas que o dinheiro foi capaz de proporcionar ao senhor."


Eu fui levado até minha esposa, onde encontrei uma mulher em completa tristeza, dor e solidão.

Já se encontrava muito debilitada, onde pouco pude ajudar, nem com todo dinheiro que possuía fui capaz de salvar um "anjo".


Hoje estou aqui a procura do meu anjo para rogar o seu perdão. Depois de sua morte fui capaz de perceber como fui tolo e cruel com a minha amada mulher.

Quero poder encontra-la e dizer como senti sua falta e através do seu desencarne fui capaz de renascer para uma nova vida e com outros valores.

Fui um pai mais presente, um avô onde brinquei de bola no campo, nadei com eles na piscina e no lago pesquei enormes peixes com meu primogênito.


Foi no desencarne de um anjo que fui capaz de renascer para a vida simples de viver.

Luiz Fernando.


Psicografia recebida em 2018.


Médium: M. Nicodemos




Voltar

 

mensageirosdoceu.net - 2004 - 2009 - mensageirosdoceu.net - 2004 - 2018 - Todos os Direitos Reservados. odTodos os Direitos Reservados.