Qual o seu nome? - Chamo-me Sueli.

Que faz entre nós nessa noite? - Estou aqui a convite, pois meus pais têm vínculos com esta instituição. São assistidos pelos serviços assistenciais à distância.

Por que veio? - Disseram-me que preciso falar um pouco da minha vida aqui no mundo dos Espíritos.

Que acha do ambiente? - Tudo é muito grande e bem separado, de modo que não confundamos o que se passa.

Separado como? - Os Espíritos são agrupados conforme seu estado de perturbação. Vários ambientes são criados para que a ordem permaneça.

Como isso é possível? - Vejo que tudo parece existir no mesmo lugar, mas dizem que separados por barreiras vibratórias.

Onde vive? - Numa colônia chamada Gente Feliz.

De onde vem o nome? - Da condição irradiada pelas entidades ali matriculadas.

Todos são felizes ali? - Bem, a felicidade entre seus habitantes é relativa ao grau de manifestação em que as entidades se encontram. São todas crianças.

Como sabe de certas particularidades dessa região e mesmo do que se passa na reunião desse dia? - Bem, estou com minha lucidez já bastante recuperada. Quando se perde a vida na fase da infância, como criança fica-se até que essa lucidez manifeste-se em plenitude.

O que acontece depois? - Deixa-se a colônia e segue-se para outras regiões onde se toma consciência das razões da interrupção da vida, das conseqüências e possíveis providências a serem tomadas para compensar o necessário.

Como é sua aparência? - Ainda mantenho-me com a aparência que tinha na minha partida do mundo terreno, mas estou mais madura.

Como é essa adaptação? - Ela ocorre primeiro na área do pensamento. Em alguns Espíritos é mais rápido, em outros mais lento. Após superada essa fase de conscientização, começa o período de lucidez, onde as lembranças do passado (antes dessa última vida) vai aos poucos retornando.

E como se sente? - É um processo interessante porque a cada acréscimo de lembrança, sente-se amadurecer a personalidade. A sensação é de bem-estar. Aos poucos vamos nos recordando de fatos e de necessidades. Tudo parece encaixar-se e as experiências, mesmo as mais dolorosas, são necessárias à elucidação definitiva do ser.

Crianças sofrem na Espiritualidade? - Não. Não há erraticidade para as crianças que desencarnam em tenra idade. Suas almas estão em condição especial. Recolhem-nos de imediato, preparando-as para um gradual despertar.

Como a criança é informada de seu passamento? - Entidades de elevada condição são encarregadas dessa delicada tarefa. O psiquismo infantil necessita de cuidados especiais em todas as situações e não poderia ser diferente nesta circunstância.

Deixará Gente Feliz em breve? - Sim, está chegando meu momento de partir.

Voltaremos a vê-la? - Sim, os que se simpatizam nunca se separam. Afinal, somos uma grande família. Espero que meus possam ver esta mensagem. Que o Criador Supremo do Universo vos abençoe. - Pequena Sueli.

Espírito: Pequena Sueli
Grupo Espírita Bezerra de Menezes
São José do Rio Preto, SP (18.02.99)

 


Voltar

 

mensageirosdoceu.net - 2004 - 2009 - mensageirosdoceu.net - 2004 - 2016 - Todos os Direitos Reservados. odTodos os Direitos Reservados.