“Senhor Jesus, amigo de todos os momentos. Quero agradecer-te pela oportunidade de apresentar-me entre os homens de bem e, com isso, conseguir instruir-me. Sou aquele que tirou a própria vida e que Tua misericórdia atendeu sob o domínio do desespero. Hoje volto a esta casa para falar da importância da fé e do conhecimento relativo às vidas que se sucedem.

Motivado por provas difíceis acabei levado à insensatez de tirar a minha vida material. Foi grande meu desapontamento quando despertei entre os angustiados no mundo dos Espíritos. Tomou conta de mim uma profunda melancolia e uma sensação imensa de fracasso, que me atormentava em todos os momentos. Não sei precisar quanto tempo fiquei assim, mas em minhas angústias intermináveis muitas vezes desejei ser simplesmente apagado do plano existencial, pois os sofrimentos pareciam insuportáveis.

Depois de longo período, recordei-me de minha avó que durante a minha infância ajudava-me a superar o medo do escuro com suaves canções. Nesse lugar onde me encontrava não conseguia sequer sentir medo, tal era o meu nível de desequilíbrio. Resolvi orar, frente a essas recordações que me chegaram ao plano mental como uma suave brisa. Fiz assim, como que instintivamente para, num derradeiro esforço, livrar-me de tanto desespero.

Eis que um mensageiro surgiu do nada para convidar-me a visitar esta casa de socorro. Ouviram-me as preces. Era minha antiga avó Jacira que estendia as mãos para me tirar de mais uma de minhas crises de medo, agora da maior crise que havia vivenciado. Maurílio, disse-me, aqui estou para atender teu apelo. Aproxima-te. Eis que fomos envolvidos por luz azulada que ao modo de um bálsamo parecia dizer-me que as dores iriam cessar. Fomos transportados quase que instantaneamente para próximo da colônia que me serviu de suporte. Confortava-me com preces, canções e palavras amigas.

Recebi um forte envolvimento energético e daqui segui para o hospital em Santa Bárbara onde permaneci alguns dias em recuperação. Pacientemente vovó me visitava todos os dias para falar-me das lições valiosas do Espírito que não conhecia. Agora sabia de muitas coisas que davam sentido à minha vida.

Continuarei instruindo-me com todos e com tudo o que vejo neste lado da vida. Meu futuro será difícil bem o sei, mas estou confiante que serei bem sucedido. Tenho comigo a certeza de que a prece é o poderoso recurso a amparar os que lutam pelo crescimento espiritual. Foi ela que me salvou. Agora, o que mais me impressiona é o conhecimento das vidas passadas. Tivesse esses ensinamentos valorosos e jamais teria cometido a insanidade de matar meu corpo fora da hora programada pelos Benfeitores que nos guiam pela experiência.

Lembrem-se, pois, de um irmão que muito errou, mas que foi salvo das regiões inferiores pela prece e que hoje sonha com a felicidade dos eleitos pelo conhecimento que começa a vislumbrar. Humilde e envergonhado, Maurílio, vosso irmão.”

Espírito: Maurílio
São José do Rio Preto, SP
Fonte: Grupo Espírita Bezerra de Menezes
Site NovaVoz

 


Voltar

 

mensageirosdoceu.net - 2004 - 2009 -mensageirosdoceu.net - 2004 - 2016 - Todos os Direitos Reservados. od Todos os Direitos Reservados.