Caso acontecido em 1997 em uma estrada de Minas Gerais

João era um caminhoneiro acustumado a rodar pelas estradas do Brasil levando e trazendo cargas,já havia visto muito coisa nas estradas mas nada comparado ao que aconteceu naquela noite fria do mês de julho

João fez seu carregamento e preparou-se para a viagem,para evitar o trânsito pesado em São Paulo ele resolveu viajar de madrugada,nesse intervalo foi para a casa tomar um banho e jantar pois a viagem era longa e cansativa

Depois do jantar beijou a esposa e filhos e se preparou para a viagem vereficou as condições de seu caminhão e conferiu os equipamentos de segurança e saiu rumo a estrada nessa altura já era aproximadamente 22:00 horas

O trânsito já estava melhor e ele atravessou a marginal e chegou sem problemas a Rodovia que levaria ao Estado de Minas Gerais

A noite estava muito fria e João fez uma parada para se agasalhar e tomar um café quente além de um lanche numa das cantinas da estrada

Agora seria a última parada porque dali em diante seria só estrada e mato e de vez em quando uma casinha no meio das colinas

João vinha tranquilo cantando e acompanhando um programa de rádio que tocava suas músicas prediletas,umas modas de violas que ele tanto gostava

Já era aproximadamente 01:00 da madrugada quando ele viu de longe na estrada um homem pedindo carona,como João era muito gentil e atencioso ele parou e perguntou para o Homem que estava de macação de mecânico para onde ele estava indo naquela madrugada fria

O Homem disse que sua casa ficava algumas milhas dali,então João preocupado com aquela pessoa deu-lhe uma carona

Durante o percurso o Homem permanecia calado,então João perguntou se ele não sentia frio porque afinal ele só vestia um casaco

O Homem disse que não tinha mais frio

Apesar de estranhar a resposta do Homem o caminhoneiro continuou sua viagem cantando e ouvindo suas modas de viola

Passado uma hora o Homem pediu para parar na próxima curva da estrada,João disse para ele - Tem certeza amigo aqui não tem nada só mato e pedras

Mas o Homem não respondeu nada então João se preparou para parar deu seta e foi reduzindo seu caminhão,quando parou João ficou assustado o lugar era sinistro

Mas o pior ainda estava por vim,quando João foi abrir a porta para o desconhecido descer olhou para o lado onde estava ele e simplesmente o Homem havia desaparecido

Um frio percorreu todo o corpo de João que quando desceu viu apenas Cruzes naquele local

Com dificuldade de dirigir devido ao susto João pegou seu caminhão e saiu rápido daquele lugar sinistro

Quando João chegou ao destino final contou do acontecido para outros colegas caminhoneiros,que contaram para ele que aquele Homem com roupa de mecânico que ele havia dado carona era um dos que tinham morrido naquela curva perigosa

Se tratava do mecânico morto num acidente de automóvel

João ficou apavorado e o calafrio percorria dos pés a cabeça,depois de entregar a sua carga João esperou clarear o dia para voltar para São paulo

E prometeu nunca mais dar carona para ninguém na estrada


Os Nomes acima são fictícios qualquer semelhança com os fatos é mera coincidência

 

 

INDIQUE ESTE SITE !

 

 

 

Voltar

 

mensageirosdoceu.net - 2004 - 2016 - Todos os Direitos Reservados.