Esse fato ocorreu a muitos anos atrás por volta de 1980 em São Paulo

Uma família mudou-se para uma casa que ficava nos fundos de uma grande casa,na rua as pessoas diziam que ali fatos estranhos aconteciam ,mas para o jovem Ricardo que havia mudado para aquela residência a poucos dias isso era apenas bobagem ,fantasma não existia isso era crendice popular

Passou um ano é tudo estava normal por lá Ricardo dizia para os amigos que havia feito na rua :

- esta vendo eu já fiz aniversário nesta casa é nada aconteceu vocês estão realmente ficando malucos

Os amigos e vizinhos de Ricardo ficavam quietos não diziam nada só falavam que era melhor ele não brincar com coisas sérias,que várias famílias mudaram-se de lá após algum tempo

Passaram-se mais alguns meses dentro do normal até que um fato mudaria o pensamento e a tragetória de uma família

Era numa sexta-feira o dia fora normal mas o sol já começava a se esconder,o vento soprava forte neste dia,o pai de Ricardo saiu para trabalhar como de costume,sua mãe tb saiu de casa,foi visitar uma amiga que não via a muito tempo,ficaram em casa o jovem Ricardo e sua irmã Nádia

Lá fora o tempo já havia mudado o frio tomava conta da casa e do quintal,por volta das 20:00 horas o namorado de Nádia passou por lá convidando ela e Ricardo para irem assistir um filme que estava em cartaz num cinema de um determinado shopping

Nádia que sempre gostou de cinema ficou animada e não pensou duas vezes para aceitar o convite de Fernando,mas Ricardo não estava a fim de sair mesmo porque estava muito frio a noite e ele dizia aos namorados que ia ficar em casa ouvindo som,Ricardo era roqueiro gostava de ouvir seus Lps,e agora com a saída de todos da casa ficaria melhor porque assim ele poderia ouvir seus rocks bem alto que não teria ninguem para critica-lo

Por volta das 20:30 Nádia e Fernando sairam e ficou Apenas Ricardo na Casa,o tempo foi passando e Ricardo estava so curtindo suas músicas sem se preoculpar com nada,o vento assoprava mais e mais forte lá fora

Até que por volta das 22:00 horas devido ao forte vento ,a energia acabou Ricardo ficou furioso aquilo não podia ter ocorrido justo agora que ele tinha um tempo para ouvir sua músicas em paz sem ter que ouvir os familiares reclamando do som

O tempo passava rapidamente Ricardo acendeu algumas velas pela casa e deitou-se no sofá da sala e ficou esperando a luz voltar ,esse era a única coisa que Ricardo não gostava de ficar a luz de velas sozinho,isso sempre incomodou ele desde a infância,ele não queria admitir mas essa situação realmente o assustava.

Por volta das 23:00 horas o tempo ficou pior o vento quase derrubava tudo no quintal da casa,as telhas faziam um barulho ,enfim parecia que o mundo estava acabando e a luz não voltava,as velas que Ricardo acendeu quase todas já haviam sido queimadas,Ricardo ficou com apenas uma vela

Ricardo se vendo na penumbra começou a ficar preocupado e com medo rezava para que alguém da casa chegasse ou pelo menos a força voltasse

Até que por volta da meia noite Ricardo ouviu uma voz o chamando lá fora,ele estava quase adormecendo no sofá e ouviu novamente uma voz de longe chamando por ele,então ele lenvantou-se e foi em direção ao quintal,mas no quintal não havia ninguém então ele percebeu que a voz vinha de fora do portão

Do quintal até o portão havia um grande corredor então Ricardo foi na direção do corredor,foi quando ele viu uma mulher que o chamava no portão,era a noite não dava para ver quem era ,pela silhueta dava para perceber que era uma mulher e que ela tinha um lenço na cabeça

Ricardo então foi na direção dela perguntando o que a senhora quer,mas ela não dizia nada ficava olhando fixamente Ricardo de longe sem dizer nada ,conforme Ricardo se aproximava do portão ela começou a virar sem dar a minima para os dizeres de Ricardo,até que ela ficou fora do alcance dos olhos de Ricardo,que vendo a mulher sair apertou os passos para alcança-la

Quando chegou ao portão para identificar a mulher, ela simplesmente desapareceu, na hora Ricardo sentiu um pavor tão grande ficou todo arrepiado não teve nem coragem para voltar para a casa,ficou na casa de um amigo até que seus familiares voltassem

E hoje ele diz:" nunca mais vou duvidar das coisas que vi e nem das que esculto falar".


Os Nomes acima são fictícios qualquer semelhança com os fatos é mera coincidência

 

 

INDIQUE ESTE SITE !

 

 

 

Voltar

 

mensageirosdoceu.net - 2004 - 2016 - Todos os Direitos Reservados.