C.M. tinha um jeito muito assustado e havia sido levada pela mãe porque ainda fazia xixi na cama.

Perguntei se ela queria de fato fazer aquele trabalho ou se era tudo idéia de sua mãe.

Ela me disse que tinha medo de tudo e que uma amiga lhe dissera que talvez uma regressão pudesse ajudar.

Como senti C.M. muito imatura e nervosa, na primeira sessão apenas conversamos.

Quando experimentou sua primeira regressão, C.M. se viu muito pequena e apenas chorou muito.

Agarrou minha mão e implorou: "me tira daqui!" Gentilmente pedi que abrisse os olhos e disse calmamente: "olhe, você já está aqui, o tempo todo, e em nenhum outro lugar.

Todas essas coisas que você experimenta são apenas lembranças e é seguro você se permitir conhecê-las." Relutantemente, C.M. fechou os olhos novamente e continuou a vivenciar suas memórias, em silêncio até o final da sessão.

Quando por fim falou, estava tranqüila e narrou ter sido abandonada muito pequena numa cidade onde muitas pessoas eram queimadas na fogueira.

Ela assistia àquilo com muita curiosidade e medo de que um dia acontecesse a ela também.

Antes de sair, C.M. me perguntou se continuaria tendo medo de tudo e fazendo xixi na cama.

Respondi que não sabia e combinamos que ela me telefonaria no dia seguinte.

Ligou logo cedo, animada porque a cama estava seca e se sentia segura.

 

 

 

Voltar

s Direitos Remensageirosdoceu.net - 2004 - 2016 - Todos os Direitos Reservados. servados.